quarta-feira, 1 de novembro de 2017

FETASPB LANÇOU CAMPANHA PELA REVOGAÇÃO DA REFORMA TRABALHISTA, NA PARAÍBA, APARTIR DO CARIRI


FETASPB LANÇOU CAMPANHA PELA
REVOGAÇÃO DA REFORMA TRABALHISTA, NA PARAÍBA, APARTIR DO CARIRI
Segundo o presidente da FETASP/PB, Fernando Borges, a nova lei do trabalho (13.467/2017), que modificou mais de cem artigos da CLT e impôs a maior mudança na legislação trabalhista dos últimos 70 anos, entra em vigor no dia 11 de novembro, e, portanto, todos os contratos de trabalho vigentes e os novos passam a funcionar de acordo com as regras aprovadas e sancionadas pela presidência no dia 13 de julho.
E não podemos ficar passivos diante de um governo que não só acaba com uma cesta mínima de proteção da classe trabalhadora, mais abre caminho para o trabalho escravo, para a terceirização. Desmonta o Estado, privatiza nossas riquezas, censura nossa cultura, e assim vem de forma cruel acabar com nossa soberania. Destacou Fernando Borges.
Segundo ainda, Fernando, A FETASP, iniciou a campanha pela região do Cariri, no ultimo dia 23/10/ no Município de Sumé, e assim veio somar à Campanha Nacional de Coleta de Assinaturas para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular (PLIP) pela anulação da Reforma Trabalhista, lançada em todo país pelas centrais sindicais e confederações de servidores públicos e de trabalhadores do campo e da cidade. “Nosso objetivo é recolher 1,3 milhão de assinaturas para revogar a lei da escravidão trabalhista que entra em vigor dia 11 de novembro. Borges, ainda ressaltou que da reforma trabalhista representa um retrocesso aos direitos conquistados historicamente pelos (as) trabalhadores (as), destruindo o que foi conquistado com a CLT e precarizando ainda mais as condições de trabalho, com jornadas ainda mais exaustivas”.
Finalizando, o presidente da FETASP, foi claro ao afirmar que é possível revogar esta lei de escravidão trabalhista, pois, no Brasil, já foram revogadas 11 (onze) leis por meio de Projetos de Lei de Iniciativa Popular. “A Constituição Federal permite que a sociedade apresente um projeto de lei à Câmara dos Deputados, desde que a proposta seja assinada por um número mínimo de cidadãos distribuídos por, pelo menos, cinco Estados brasileiros”. Concluiu Fernando.
Fonte: Assessoria de Comunicação do SITESP

INSTRUÇÕES SOBRE O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE COLETA DE ASSINATURAS PARA O PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR
1. Para que os dados coletados no Formulário tenham validade, cada folha dever conter somente eleitores do município indicado no topo da ficha de coleta. Caso necessário, tenha formulários específicos para cada município onde for coletar as assinaturas. Exemplo: se a ficha consta município de Porto Alegre, somente serão válidos dados preenchidos por eleitores da cidade de Porto Alegre. Caso chegue alguém cujo título é do município de Santa Maria, por exemplo, tenha consigo um formulário específico para a cidade de Santa Maria, e assim por diante;
2. Caso um eleitor de um município diferente do município especificado no formulário assinar o abaixo-assinado, carimbe “ANULADO” sobre os dados da pessoa que assinou e continue a coletar assinaturas normalmente. Tenha o carimbo no local;
3. Todos os dados do formulário devem ser preenchidos com letra legível (exceto a assinatura, que deve ser igual a um documento válido), não deve conter abreviaturas e nenhum campo deve ficar em branco;
4. Ocorrendo erros no preenchimento, faça a correção com corretor líquido (branquinho). No formulário não deve constar qualquer outra coisa escrita que não sejam os dados solicitados, pois caracteriza rasura, o que pode invalidar o formulário;
5. Acompanhe o preenchimento e confira cada um dos dados, especialmente o número do Título de Eleitor (consta no documento como número de inscrição). Todos devem estar PREENCHIDOS CORRETAMENTE.
 6. Somente quem possui Título de Eleitor pode assinar o projeto;
7. Caso o eleitor não tenha em mãos o seu Título de Eleitor, é possível descobrir o número do documento acessando o site do TSE
 (http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/titulo-e-local- devotacao/consulta-por-nome). O eleitor ou o responsável pela coleta de assinaturas poderá fazer esta consulta na hora;
8. A pessoa só poderá assinar o formulário uma única vez. Portanto, não se esqueça de questionar se ela já assinou outro formulário anteriormente;
9. Os formulários já preenchidos devem ser reunidos e entregues na sede da FETASP até o dia 10 de novembro para serem encaminhados à Câmara dos Deputados.


quarta-feira, 25 de outubro de 2017

TRABALHADORES NA LUTA:CARIRI PRESENTES!

SUMÉ, OURO VELHO E AMPARO: PRESENTES NA LUTA!
                     
Após lançamento da Campanha contra a Lei da escravidão trabalhista, inclusive em Sumé, o STF suspendeu portaria do Ministério do Trabalho do governo Temer que incentiva o trabalho escravo no Brasil
       Conforme previsto em Nota Oficial da Articulação Sindical Cariri enviada aos meios de comunicação, aos Poderes Legislativos, Executivos da região do Cariri Ocidental (Câmaras Municipais, secretarias de educação e da saúde) e durante toda a manhã, através de carro de som que percorreu toda a cidade. O lançamento da campanha: RESISTIR E DERROTAR - O projeto de escravidão trabalhista do governo Temer, que foi lançado nacionalmente, e a nível do Cariri nesta última segunda feira (23/10/17), na Praça José Américo no Centro de Sumé, por centrais sindicais, federações e sindicatos foi considera pelo movimento, que pretende coletar 1,5 milhões de assinatura em todo o país, para revogar a Reforma Trabalhista que deverá vigorar partir da 11 de novembro. A informação foi do professor Jaêmio Carneiro, um dos coordenadores do movimento no Estado da Paraíba.

DECISÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF      
“Foi uma grande vitória da justiça e dos trabalhadores brasileiros a decisão da Ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, de suspender liminarmente os efeitos da portaria do Ministério do Trabalho do governo Temer que dificulta a fiscalização do trabalho escravo no Brasil. Novas regras já eram vistas como um retrocesso histórico na área, inclusive pela ONU e pela OIT (Organização Internacional do Trabalho)”. Explicou o Diretor da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB, o sindicalista, Fernando Borges que participou de diversas reuniões nos últimos dias em Brasília com o movimento de RESISTIR E DERROTAR com autoridades dos três poderes.
      Segundo Fernando Borges, o texto foi um agrado de Temer à bancada ruralista, em troca de votos contra a 1ª e 2ª denúncia da Procuradoria Geral da Republica na Câmara Federal contra Temer.

CAMPANHA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO - MPT
     Já o diretor da Federação dos Trabalhadores em Serviços da Paraíba – FETASP, Uyramir Veloso, o Ministério Público do Trabalho (MPT), após pedir revogação da portaria que “flexibiliza” o trabalho escravo e dificulta o acesso à “lista suja” das empresas, lançou, ontem, campanha nacional no Facebook e no Twitter, para pressionar o Governo Michel Temer. 
E diz a campanha: “é trabalho escravo, sim!” a Condição degradante, jornada exaustiva, trabalho forçado e servidão por dívida, cada uma das características descritas no artigo 149 do Código Penal,
Com imagens que retratam essas situações assim consideradas como trabalho escravo pela legislação atual, a campanha tem o objetivo de sensibilizar e esclarecer à sociedade sobre a importância da revogação da portaria nº 1.129/2017 do Ministério do Trabalho, que restringe o conceito de trabalho escravo, publicada na última segunda-feira (16), e que tem gerado muita polêmica. Finalizou Uyramir, que regressou a Paraíba e deverá se reunir com a articulação sindical na próxima sexta feira na sede da FETASP em João Pessoa.


Tri-vento: Apenas o lançamento da campanha e sua panfletagem foi mantido na programação.

ADIAMENTO: ATO PÚBLICO E 2ª REUNIÃO DA ARTICULAÇÃO
Conforme a publicação da Nota Oficial da FETASP enviada aos Poderes Executivos e Legislativos, instituições e lideranças sindicais do Cariri, parte da articulação participaria de reunião em Brasília na terça feira (23/10/17) e não poderia comparecer, nem tão pouco fazer uma avaliação atualizada do atual quadro sindical e da campanha: RESISTIR E DERROTAR, que precisará de 1,5 milhões de apoiamento para torna-se um PLIP objetivando a revogação da Lei de escravidão trabalhista do governo Temer que vigorará  a partir de 11 de novembro.


EQUIPE VISITOU OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DO CARIRI
A delegação (divulgação) responsável pelo lançamento da campanha  RESISTIR E DERROTAR - O projeto de escravidão trabalhista do governo Temer composta por Kassio Ferreira, Moises Oliveira, Adriano dos Santos, Jaelma Carvalho, e do coordenador, o professor Jaêmio Carneiro, visitaram durante a semana que antecipou o lançamento, bem como, durante o lançamento da campanha. Diversos meios de comunicação (radio difusão e digitais) da região do Cariri.
Segundo Moises, apesar do pouco tempo que o grupo esteve no Cariri, foram realizadas visitas em dez rádios e alguns meios de comunicações digitais foram satisfatório, principalmente, no aspecto do atendimento que foi no mínimo de muita qualidade.

NOVA MANIFESTAÇÃO NO CARIRI
Uma nova reunião para definir nova data para a realização do 2º Encontro da Articulação Sindical Cariri e do Ato Público em defesa dos servidores públicos e dos trabalhadores de modo geral que deveria ter acontecido em Sumé, quando do lançamento da campanha: RESISTIR E DERROTAR - O projeto de escravidão trabalhista do governo Temer, mas, teve que ser adiado em razão da reunião do movimento em  Brasília, deverá acontecer na próxima segunda feira,  e ou, na terça feira (31/10/17), quando se espera a presença do presidente da FETASP, Fernando , que deverá fazer uma avalição atualizada do quadro de luta no Brasil, pelo Brasil.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SITESP

sábado, 21 de outubro de 2017

SUMÉ TERÁ MANIFESTAÇÃO CONTRA TEMER:

SUMÉ TERÁ MANIFESTAÇÃO CONTRA TEMER:
Ato Público e 2ª Encontro dos Servidores Públicos do Cariri são adiados, mas, o lançamento da Campanha ASSINE JÁ! Foi mantido para 2ª segunda feira, a partir da 8h00 na Pça, José Américo em Sumé
        Mesmo com o adiamento, dos dois, dos três eventos propostos (Tri-evento) para esta segunda feira (23/10/17) pela Articulação Sindical Cariri, tendo em vista uma reunião de urgência em Brasília do Movimento, as centrais sindicais (NCST e CTB), a Confederação dos Servidores Púbicos do Brasil (CSPB), através da Federação dos Servidores Públicos da Paraíba (FETASP/PB), das associações e sindicatos estaduais e locais (SITESP, CSSPMS, CSSPMS e ASSEPUMA) resolveram manter, a partir das 8h00 na Pça. José Américo no centro de Sumé, a panfletagem prevista, e o lançamento da Campanha: ASSINE JÁ! - O Projeto de Iniciativa popular que objetiva a adesão de 1,5 milhões de brasileiros para revogar a Lei nº 13467, de julho de 2017, que alterou a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que deverá vigorar a partir de 11 de novembro.  Informação foi prestada pelo professor Carneiro, responsável pela articulação na região.
A Federação dos Trabalhadores em Serviço do Estado da Paraíba, através do seu presidente, Fernando Borges, e em nome da articulação do Cariri, emitiu nota oficial explicando a situação e convocando a sociedade caririzeira para somar forças na luta contra a Lei de Escravidão Trabalhista do Governo Temer. Veja abaixo, na Integra a nota oficial:
Fonte: Assessoria de Comunicação da FETASP.
___________________

NOTA OFICIAL
                   A Confederação dos Servidores Públicos do Brasil, a Federação dos Trabalhadores em Serviço Publico da Paraíba, as centrais sindicais, sindicatos e associações que fazem a articulação Sindical Cariri, comunica a sociedade caririzeira, que em razão de reunião do movimento em Brasília, o ato Público e a 2ª reunião dos servidores públicos de Sumé e do Cariri foram adiados para data a ser divulgada. Mantido o lançamento da campanha: ASSINE JÁ! - O Projeto de Lei de Iniciativa Popular para revogar a Lei de Escravidão Trabalhista do Governo Temer.
                       A Coleta de Assinatura acontecerá na Praça José Américo e na feira livre de Sumé, a partir das 8h00.
A LUTA CONTINUA! PARTICIPE!
Fernando Borges
Presidente da FETASP

sábado, 14 de outubro de 2017

SUMÉ TERÁ MANIFESTAÇÃO CONTRA REFORMAS DE TEMER



           O sindicalista, Fernando Borges (CSPB)     -       O vereador, José Antônio (Sumé)
Manifestação contra as reformas de Temer e 2º Encontro dos Servidores Públicos do Cariri será mesmo em Sumé, onde será lançada a campanha: Assine Já o PLIP e derrote a lei de escravidão trabalhista
O diretor da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil, Fernando Borges, agradeceu antecipadamente, ao presidente da Câmara Municipal de Amparo, o vereador, José Antônio pelo espaço físico cedido para o encontro dos servidores e confirmou por telefone, a decisão da Articulação em realizar o tri-evento sindical no Município de Sumé, na próxima segunda feira (23/10/17), inclusive com caminhada que sairá da Praça Getúlio Vargas as 9h00 com destino a feira municipal, onde haverá ato público contra as reformas de Temer.
Dando continuidade a Articulação Sindical Cariri (FETASP, CSPB, CTB, NCST, SITESP, e Associações, comissões pró-sindicato e sindicatos do Cariri), após a realização da Pauta Amparo realizará no Município de Sumé o Tri-Evento (2ª reunião da articulação sindical, o 1º Encontro do Servidor Público e manifestações com concentração, panfletagem, caminhada e ato publico), na próxima segunda feira (23/10/17).
A informação da realização do tri-evento foi do presidente da Federação dos Trabalhadores em Servidores Públicos no Estado da Paraíba e diretor da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil, Fernando Borges, que também confirmou a presença de entidades nacionais ao tri-evento sindical.
Segundo Fernando Borges, a decisão foi da 1ª reunião da articulação, que aconteceu em Sumé. “O que a articulação de fato decidiu”. Explicou Fernando: “foi sobre a organização do evento e a ampliação do movimento, que desta vez, vai às ruas e conclama, não só todos trabalhadores mais, estudantes e donas de casa para participarem da manifestação (caminhada, panfletagem e ato público) na próxima segunda feira (23/10/17), a partir das 8h00 na Praça Getúlio Vargas”. Finalizou Fernando Borges.
Durante o Evento será lançada a campanha: ASSINE JÁ! A lista de apoiamento ao PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR - PLIP, que dispõe sobre a revogação da Lei nº 13467, de julho de 2017, que ‘altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Uma comissão saiu de João Pessoa neste sábado, comandada pelo professor Carneiro para visitar doze municípios do Cariri para divulgar o Tri-Evento sindical, que tem como tema central: RESISTIR E DERROTAR – O PROJETO DE ESCRAVIDÃO TRABALHISTA DO GOVERNO TEMER.
Fonte: Assessoria de Comunicação do SITESP


Articulação Sindical do Cariri poderá realizar em Sumé, o 2º Encontro dos Servidores Públicos, com Caminhada, Panfletagem e Ato Público, contra a reforma da previdência, e o PLS que visa acabar o piso dos professores e dos profissionais da saúde
     A articulação Sindical do Cariri definirá na próxima sexta feira (29/09), se, o município que sediará o próximo encontro dos servidores publico, desta vez, culminando com manifestações de rua será o Município de Sumé, e se acontecerá na segunda ou terceira semana de outubro, conforme foi deliberado, na 1ª reunião da articulação que aconteceu em Amparo com a participação de oito municípios da região, além de João Pessoa e Cabedelo.  
     Segundo o professor Carneiro, diretor de comunicação do SITESP, acontecerá nesta terça feira, pela manhã, na sede da Federação dos Trabalhadores em Serviços Públicos do Estado da Paraíba (FETASP), reunião com as entidades gerais (CSPB, CTB. NCST, FETASP, SITESP e ASSEPUMA) que fazem parte da Articulação Sindical Cariri para definir data e local dos eventos.
     Carneiro, ainda explicou que dos municípios que foram propostos para sediarem os ventos, Sumé é o que melhor se qualifica, em razão da sua localização, ou seja, por uma questão geoestratégica.
     Já para, Fernando Borges, diretor da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) e presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Publico do Estado da Paraíba (FETASPS), o momento é de união dos trabalhadores, dos servidores públicos que estão perdendo todos os direitos adquiridos após anos de conquistas.
      Finalizando, Fernando resumiu a necessidade do evento e do seu novo formato: “a nova versão da Reunião da Articulação, não só, sairá das plenárias internas para as ruas com diversas manifestações que vem sendo articuladas, como também, ampliará a articulação com adesão de representações dos servidores públicos de novos municípios e interagirá com outro segmentos sociais”.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SITESP

quarta-feira, 12 de julho de 2017

CSPB avalia como positiva a 1ª Reunião da Articulação Cariri, e chama evento: “de histórico e exemplar” para o movimento de luta dos servidores públicos

CSPB avalia como positiva a 1ª Reunião da Articulação Cariri, e chama evento: “de histórico e exemplar” para o movimento de luta dos servidores públicos


       O diretor da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil – CSPB e presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Públicos do Estado da Paraíba – FETASP, o sindicalista Fernando Borges, avaliou nesta terça feira (11/07) em Brasília como positiva, histórica e exemplar, o 1º Encontro Sindical dos Servidores Públicos de Amparo, e a 1ª Reunião da Articulação Cariri, chamado(s) entre os servidores carinhosamente de “rubacão sindical do cariri” (por ser como o prato tradicional composto de feijão e arroz), ou seja, dois eventos em um.
     “Foi sem dúvida muito positiva e de certa forma surpreendente a participação, não só, pela quantidade de participantes, mais, principalmente, pela qualidade do público compostos por lideranças sindicais, vereadores e suplentes, secretários municipais, professores e outros servidores públicos regionais e locais”. Analisou Fernando Borges, que frisou: “foram seis municípios presentes e segundo organizadores, dois online, são novas associações e novas comissões pró-sindicatos, isto é uma excelente articulação no Cariri”.
     Fernando Borges, ainda lembrou na sua avaliação, que foi a 1ª Reunião da Articulação Cariri, o primeiro evento(s), ou seja, é como, ou quando tudo começa, e todos sabem o que é fazer pela primeira vez. E foi mais além: “Isto sem falar que o Município que sediou não se apresenta geograficamente estratégico, como Sumé e Serra Branca para a região do Cariri Ocidental, o que dificulta e encarece o acesso”. Finalizando a avaliação, Borges, explicou a razão do evento(s) ter sido em realizado em Amparo. “Amparo tinha, ou melhor, tem algo especial, chamado de compromisso”. E concluiu: “Foi um sucesso, digno de exemplo a ser exportando para todo o Brasil”.
      Uma nova reunião que acontecerá ainda esta semana na sede da FETASP por sugestão do presidente Fernando Borges, que retorna a Paraíba na próxima quarta feira (13/07), a onde participou na qualidade de diretor, da reunião com a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB, para avaliar a organização da categoria no Estado e decidir a continuidade do movimento.
      Participaram do “rubacão sindical do cariri” 52 participantes (delegados locais, convidados, observadores e a imprensa regional), lideranças sindicais de oito municípios do Cariri, ligados as associações de servidores públicos e comissões pró-sindicatos dos Municípios de Amparo, Ouro Velho, Prata, Sumé, Camalaú e Serra Branca presentes e, dos Municípios do Congo e de Pararí na forma online. Além da presença dos Municípios de Cabedelo e João Pessoa, representados pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Estado da Paraíba, Sindicato dos Servidores Público de Cabedelo e a Intersindical dos Trabalhadores Portuários.
Ao termino do evento(s) foram lembrados e propostos para sediar a 2ª Reunião da Articulação Cariri, os municípios de Serra Branca, Sumé, Camalaú e Monteiro, sendo que, o último, não foi registrado como possível sede, tendo em vista, a ausência do sindicato dos servidores públicos de Monteiro (região).

Fonte: Assessoria de Comunicação do ASSEPUMA

segunda-feira, 10 de julho de 2017

A ARTICULAÇÂO SINDICAL DO CARIRI: UM SUCESSO

A ARTICULAÇÂO SINDICAL DO CARIRI: UM SUCESSO

Com a participação da CTB, NCST, CSPB, FETASP, Intersindical e SITESP. Seis municípios da região presentes e dois online. A 1ª Reunião da Articulação do Cariri, considerada um sucesso, pelos visitantes cresceu com adesões e decidiu realizar a 2ª reunião com manifestação publica em defesa da Constituição e dos direitos dos servidores públicos do Cariri e do Brasil.
       Com 52 participantes (delegados locais, convidados, observadores e a imprensa regional), lideranças sindicais de oito municípios do Cariri, ligados a associações de servidores públicos e comissões pró-sindicatos da região, sendo que, dois participaram online, além da presença dos Municípios de Cabedelo e João Pessoa, representados pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Estado da Paraíba, Sindicato dos Servidores Público de Cabedelo e a Intersindical dos Trabalhadores Portuário. O 1º Encontro Sindical dos Servidores Públicos de Amparo, e a 1ª Reunião da Articulação Cariri foi considerados como excelentes pelos visitantes, principalmente, por ter sido o primeiro evento realizado pela articulação, evento este, que ganhou carinhosamente o apelido “rubacão sindical do cariri” (por ser como o prato tradicional composto de feijão e arroz), ou seja, dois encontros em um, diante da adesão de dois novos municípios sindicais decidiu pela ampliação da articulação e pela realização de uma nova edição na qual será inserida na sua programação manifestação publica em defesa da Constituição e dos direitos dos servidores públicos do Cariri e do Brasil.

EVENTO(S):
Participação (credenciamento):
Bastante organizado e com credenciamento que teve inicio as 8h30 e encerrado as 9h30, a plenária do encontro e da reunião foi indiscutivelmente de qualidade com a presença de três públicos diferenciados.
O primeiro, o local, na forma de delegados e observadores compostos por professores, secretários municipais, vereadores, suplentes, funcionários públicos e jovens do Projeto Adote um Atleta, que entregaram o certificado de colaborador benemérito aos que adotaram um jovem atleta.
Já o segundo de participantes da região foi formado de lideranças sindicais provenientes e das associações e comissões pró-sindicato dos servidores públicos dos municípios da região, a além de vereadores.
O terceiro público foi de convidados e parceiros no qual estava inseridos representantes das centrais sindicais, federação, Intersindical e sindicato estadual.

Abertura (Mesa Diretora)
Com atraso, mas sem prejuízo para o evento, a mesa de abertura foi formada pelo cerimonial, o qual ficou a cargo do professor Jaêmio Carneiro, que convidou para a mesa, a presidente e o vice da ASSEPUMA entidade promotora do evento, Darloza Braga e Luciano José respectivamente; o representante do prefeito do município, que estava ausente da cidade, na qualidade de anfitrião, o procurador. João Paulo; o diretor da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil - CSPB, e presidente da Federação dos Servidores Públicos do Estado da Paraíba - FETASP, o sindicalista Fernando Borges; o vice-presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil - CTB, Ricardo Tabosa; o diretor da Nova Central Sindical do Brasil - NCSB; o sindicalista Uyramir Veloso. Além de mencionar outras lideranças, a exemplo do representante do Sindicato dos Servidores Públicos de Cabedelo, Milton Calla.   

Deliberações:
Entre as deliberações do “rubacão sindical” foram destaques a ampliação da articulação, uma nova reunião com representações sindicais de novos municípios e dos que já fazem parte da articulação, com a possibilidade de uma manifestação publica em defesa dos direitos dos servidores públicos e dos trabalhadores de todos Brasil, hoje sujeitos a serem usurpados por um governo ilegítimo e incontestavelmente corrupto. E por fim foram indicados os Municípios de Serra Branca, Sumé, Camalau e Monteiro como sede da nova versão do encontro(s) da articulação cariri na região.

Confraternização
Após o evento foi oferecido aos presentes pela Associação dos Servidores Públicos do Município de Amparo – ASSEPUMA um coquetel a portuguesa. E como não poderia ser de outra forma para os visitantes foi oferecido pelos anfitriões para almoço, rubacão de feijão verde cozinhado no leite com queijo de coalho e creme de leite e como a mistura, bode cozido e carneiro na brasa.

Avaliação
Uma nova reunião das entidades gerais e do(s) município(s) que pleiteiam sediar a articulação deverá acontecer ainda nesta semana para a avaliação do movimento e decidir a realização ou não da nova edição, e se confirmada, o município que a sediará esta, deverá contar com a presença do presidente da CTB, José Gonçalves.
A reunião acontecerá na sede da FETASP por sugestão do presidente Fernando Borges, que retorna a Paraíba na próxima quarta feira (13/07), onde participou na qualidade de diretor de reunião com a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil para avaliar a organização da categoria no Estado.
Fonte: Assessoria de Comunicação do ASSEPUMA



quarta-feira, 5 de julho de 2017

Articulação confirma a CTB no Encontro dos Servidores Públicos do Cariri no dia 7 de Julho em Amparo

Articulação confirma a CTB no Encontro dos Servidores Públicos do Cariri no dia 7 de Julho em Amparo
           A presidente da Associação dos Servidores Públicos do Município de Amparo - ASSEPUMA, a fisioterapeuta Darloza Braga esteve nesta terça feira (26/06) na sede do Sindicato dos Arrumadores do Porto de Cabedelo em reunião com o presidente da Intersindical dos Trabalhadores Portuário e vice presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil - CTB, o sindicalista Ricardo Tabosa, que confirmou a presença da central ao 1º Encontro Sindical dos Servidores Públicos de Amparo, e a 1ª Reunião da Articulação Cariri, que acontecerá após programação comum aos dois encontros, para posterior reunião com pauta própria no segundo horário, quando os eventos funcionaram simultaneamente durante o dia 7 de Julho na Câmara Municipal de Amparo.
            Segundo o vice presidente da CTB, a confirmação da presença da CTB tem como objetivo fortalecer não só o encontro local, mais, sobre tudo, a 1ª Reunião de Articulação do Cariri e consequentemente a luta dos servidores públicos e dos trabalhadores gerais de todo o brasil. “precisamos nos organizar para resistir à usurpação dos nossos direitos por um governo golpista e denunciado por corrupção”. Explicou Tabasa.
            Já Darloza Braga, presidente da ASSEPUMA e membro da comissão de articulação dos dois eventos em um, e que vem sendo chamado “rubacão sindical do Cariri”, com a adesão da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil ao “rubacão sindical do Cariri”. Agora já são duas centrais (CTB e NCST), uma confederação (CSPB) e uma federação (FETASP) a confirmarem a participação e o apoio ao evento sindical mais importante da história do cariri paraibano. E finalizou a presidente da ASSEPUMA ainda esta semana deveremos visitar a CUT para definir a sua participação nos eventos, que acontecerão no dia 07/07/2017.
Fonte: Assessoria de Comunicação do ASSEPUMA